2000 – Pênaltis contra o Corinthians

Repetindo o feito do ano anterior, o Verdão chegou mais uma vez a uma final de Libertadores. Em 2000, porém, a história não teve final feliz. Após dois angustiantes empates nos jogos finais (2 a 2 em La Bombonera e 0 a 0 no Morumbi), Palmeiras e Boca Juniors decidiram o título nas penalidades. Desta vez, o Alviverde foi superado por 4 a 2.

Apesar de não conquistar o título, o Verdão também proporcionou aos torcedores momentos de alegria em sua trajetória. O mais memorável deles foi, sem dúvidas, a eliminação do rival Corinthians, nas penalidades, quando o goleiro Marcos trucidou o sonho do arquirrival de chegar pela primeira vez a uma decisão de Libertadores defendendo o chute derradeiro de Marcelinho Carioca — pela segunda vez consecutiva, o Palmeiras eliminava o Corinthians exatamente da mesma maneira, desta vez, porém, nas semifinais. O rival só conseguiria chegar a uma final de Libertadores 12 anos depois.

Durante a campanha, o time de Luiz Felipe Scolari, que contava com um astro internacional em suas fileiras (o colombiano Asprilla), ainda aplicou goleadas em Juventude, The Strongest (BOL) e El Nacional (EQU), além de eliminar o tradicional Peñarol (URU).

Compartilhe Agora!

Você pode gostar...

COMENTÁRIOS [FIQUE TRANQUILO, SEU E-MAIL NÃO SERÁ PUBLICADO]