Os quatro gols do Santos contra o Cascavel (PR) no Futsal

Em mais uma virada na Liga Nacional de Futsal, o Santos FC/Cortiana Plásticos ganhou de Cascavel (PR) por 4 a 2, neste sábado (26), em partida válida pela quinta rodada da competição. No jogo realizado no Ginásio Odilon Reinhardt, em Cascavel (PR), Jé, Valdin, Ricardinho e Falcão fizeram os gols do Peixe. Rafinha e Hugo anotaram os tentos paranaenses.

Com o triunfo, o time de Falcão e Cia. chegou aos 13 pontos, se mantém na liderança isolada da Liga Nacional e já abriu quatro de vantagem em relação ao segundo colocado, Marechal Cândido Rondon (PR).

A equipe santista tenta manter a ponta no torneio na próxima terça-feira (29), quando enfrenta Anápolis (GO). O desafio será disputado no Ginásio Newton Faria, em Anápolis (GO), a partir das 20h10.

“Foi mais uma bela vitória de virada. É muito bom somar pontos fora de casa e estamos conseguindo isso nessas primeiras rodadas”, disse o pivô Jé.

O grupo de Futsal do Santos FC tem o patrocínio de Cortiana Plásticos, Centro Universitário Lusíada (Unilus) e Votorantim Cimentos. O apoio é do Laboratório Cellula Mater e da Prefeitura Municipal de Santos.

Susto no início de primeiro tempo igual

Os donos da casa não deixaram o Santos FC respirar desde o início. Tanto que com um minuto de jogo, abriram o placar. Após cobrança de falta do Peixe, o adversário saiu em contra-ataque. A bola sobrou para Rafinha, que tocou na saída de Djony.

O time de Fernando Ferretti reagiu cinco minutos depois. Logo após a troca do quarteto que saiu jogando, Bruno Souza achou Falcão, que penetrava pela esquerda. O ala bateu cruzado, e Jé apareceu para completar para as redes.

Peixe domina segunda etapa e vence

Ligado desde a volta do vestiário, o Santos FC foi soberano no segundo tempo. Logo com 30 segundos de jogo, virou o desafio. Neto recebeu no centro e viu Valdin entrando por trás da defesa. O ala só apareceu para desviar para as redes.

Aos oito, saiu o terceiro do Peixe. Deives passou de calcanhar para Ricardinho. O fixo cortou o adversário, o deixou no chão, e mandou por baixo das pernas do goleiro Donny.

No minuto seguinte, os donos da casa diminuíram. O goleiro Deivid, que havia entrado na vaga de Donny, bateu do centro, e Djony deu rebote. Na sobra, Edu tocou por cima, e Hugo completou de cabeça.

Aos 17, Cascavel investiu no goleiro-linha Chiquinho. Só que a medida não deu certo e o Peixe fez mais um.

Restando 42 segundos para o término, Djony lançou Falcão do campo de defesa. O camisa 12 subiu livre e, de cabeça, colocou no ângulo de Chiquinho.

Compartilhe Agora!

Você pode gostar...

COMENTÁRIOS [FIQUE TRANQUILO, SEU E-MAIL NÃO SERÁ PUBLICADO]