Pedro Luiz explica desligamento do técnico Adilson Batista

O diretor de futebol do Santos FC, Pedro Luiz Nunes, concedeu entrevista coletiva, nesta segunda-feira (28), para comentar o desligamento do técnico Adilson Batista, confirmado na tarde de domingo (27). Apesar da decisão, o dirigente comentou que processo foi conduzido de forma “cordial” e ressaltou a intenção do clube de definir um novo treinador “o mais rápido possível”.

Nunes explicou que fez questão de comunicar a decisão do desligamento pessoalmente a Adilson Batista na tarde de ontem. Segundo o dirigente, somente após o encontro com o ex-treinador santista, o Clube começou a busca por um novo profissional. Até que a contratação aconteça, o Peixe fica sob o comando de Marcelo Martelotte, auxiliar técnico que assumiu a equipe em 2010, após a saída de Dorival Júnior.

“Não houve contato com nenhum profissional antes que conversássemos com o Adilson, por uma questão ética. Ontem ainda conversamos com o Abel Braga (atualmente no Al-Jazira) e a vinda dele está descartada. A questão não é financeira, a questão dele é moral com o Al-Jazira, já que ele quer cumprir o contrato até o final. Mas esperamos definir um novo nome o mais rápido possível”, explicou o dirigente.

Nunes ainda creditou o desligamento de Adilson Batista ao rendimento da equipe nos últimos jogos. Apesar do retrospecto da temporada contar com cinco vitórias, cinco empates e uma derrota, o Santos FC não vencia há três jogos.

“De certa forma, o time não vinha se apresentando muito bem. Ainda que os números mostrassem um aproveitamento próximo a 60%, o desempenho do time nos últimos seis jogos não era o esperado. Nós não temos a certeza que tomamos uma boa decisão, só o tempo será o senhor da verdade. Mas, no momento, a melhor decisão foi a que tomamos”, disse o diretor de futebol.

Compartilhe Agora!

Você pode gostar...

COMENTÁRIOS [FIQUE TRANQUILO, SEU E-MAIL NÃO SERÁ PUBLICADO]